W
NW
N
N
NE
W
the Degree Confluence Project
E
SW
S
S
SE
E

Brazil : Mato Grosso do Sul

7.9 km (4.9 miles) ESE of Palmeiras, Mato Grosso do Sul, Brazil
Approx. altitude: 94 m (308 ft)
([?] maps: Google MapQuest Multimap world confnav)
Antipode: 19°N 123°E

Accuracy: 7 m (22 ft)
Click on any of the images for the full-sized picture.

#2: EQUIPE #3: EQUIPE #4: EQUIPE #5: NOVA PONTE

  { Main | Search | Countries | Information | Member Page | Random }

  19°S 57°W (visit #1) (incomplete) 

#1: PONTE  DO SARÃ

(visited by Carlos Martinelli, Mauri Menin, emilio ohara and ADELAR VEADRIGO)

English

23-Feb-2004 -- Grupo Ponteios Pantaneiros. Paralelo 19 BR. S19ºW57º - 1ª Tentativa; 21-Dez-2003 – Estando de férias em Corumbá-MS, verifiquei no GPS quais os pontos próximos e, conhecedor da região, fixei com muito interesse o S19ºW57º e, com alguns amigos, resolvi checar o local imaginando se tratar de área no Pantanal o que foi confirmado. Nesta data, conseguimos chegar a 7km do ponto, utilizando veículo 4x4, com água a mais de 1⁄2 metro e cerca impedindo continuarmos de carro. O restante(7km) deveria ser feito a pé em terreno com água e capim e, resolvemos então nos preparar melhor, adiando nosso propósito para o Carnaval/2004. Algo nos entusiasmava: ”Aquele era o ponto!”

S19ºW57º - 2ª Tentativa; 22-Fev-2004 – Saímos da Cidade de Corumbá/MS ontem meia manhã e chegamos no final da tarde a 10km do objetivo, onde acampamos e passamos a noite(passaríamos dois dias mais). O trajeto até aqui é feito em 120km de estrada de chão e somente 4x4 consegue, o que, apesar de desconfortável é muito bonito, atravessamos morraria de manganês/minério, pantanal, balça, boa parte da Estrada Parque, areão e a região da Nhecolandia, indo até a Fazenda Cáceres(36.000ha e rica em Fauna e Flora) para pedir permissão para andar pela mesma, pois nosso ponto fica próximo ao Fundo dela. A equipe era Eu(Mauri Luis Menin), Adelar Veadrigo(gauchinho), Emílio César Almeida Ohara(“porcaria”) e Carlos Alberto Martinelli(véio).

23-Fev-2004 – Este seria o dia. Acordamos cedo e nós(Mauri, Gauchinho, Porcaria e Martinelli) de carro chegamos aos já conhecidos 7km distantes do ponto. Começamos a andar às 09:00 em direção oeste por entre matas(capão) com nosso trajeto alternando-se pastagem nativa, capim de banhado e alagados de mais de 1⁄2 metro, chegando trechos de até 1 metro com capim para dificultar. Jacarés a olhos vistos e quem sabe quantas sucuris por baixo daquela vegetação subaquática. Tudo isso já era previsto por nós, antigos conhecedores do Pantanal com várias aventuras de Safári Fotográfico e habituais passeios pela região.

Após andarmos quase uma hora e pouco mais de 1km, devido a grande dificuldade e, sendo duas vezes 7km, resolvemos abortar a missão e realizá-la em outra oportunidade pois, a área fica quase que todo o ano submersa em difíceis condições conforme acima descrita. Não entendemos como fracasso e sim, um grande sucesso, dado grau de dificuldades. Como conclusão está definido - “Isso não será definitivo e não faltara oportunidades para novas tentativas”.

Aos amigos que me acompanharam um grande abraço. “Saúde e Paz a todos. Aos demais membros do Grupo, o mesmo desejo e um grande abraço!

English

23-Sep-2004 -- 1st attempt was December 21, 2003. While in holidays in Corumbá-MS I checked the GPS to see what was nearby. With some friends we went after S19ºW57º.
On this day we got to within 7km from the confluence on a 4x4 when the water, 1/2 meter of it, prevented our progress.. Since the last 7km where to be done by foot on flooded ground we decided to come back better prepared during the 2004 carnival, in February. We had a challenge.

2nd attempt was on February 22 2004. We left in the morning and at the end of the afternoon we where at 10km from our goal. We camped and spend the night (actually two nights). The journey to get here was 120km that only a 4x4 can handle. We arrived at the Caceres farm where we asked for permission to enter. Our team was Adela Veadrigo, Emilio Cesar Almeida Ohara, Carlos Alberto Martinellu and Mauri Luis Menin.

February 23rd would be the day. Using our car we made it to the known place at 7kms from the confluence. We would start walking at 9:00 with our way alternating from grass and corn. After doing a little more than 1km in one hour, and having to do 14 to get there and back, we decided to abort the mission … and try on a future opportunity. We do not see this as failure, this is not the last one and there will be opportunity for new attempts.


 All pictures
#1: PONTE DO SARÃ
#2: EQUIPE
#3: EQUIPE
#4: EQUIPE
#5: NOVA PONTE
ALL: All pictures on one page (broadband access recommended)