W
NW
N
N
NE
W
the Degree Confluence Project
E
SW
S
S
SE
E

Brazil : Paraná

2.5 km (1.6 miles) NW of Campo Bonito, Paraná, Brazil
Approx. altitude: 680 m (2230 ft)
([?] maps: Google MapQuest Multimap world confnav)
Antipode: 25°N 127°E

Click on any of the images for the full-sized picture.

#2: North view #3: South view #4: East view #5: West view #6: GPS #7: Claudia, Roberto and Juliano #8: Archibaldo

  { Main | Search | Countries | Information | Member Page | Random }

  25°S 53°W  

#1: Confluence view

(visited by Roberto Gameiro, Claudia Vicentini and Archibaldo Vicentini)

English

29-Feb-2004 -- Quando planejamos uma visita à esta confluência acreditavamos que seria fácil, pois era perto de uma estrada de terra e segundo os mapas dois a três kilometros da estrada.
Ao chegarmos a 1100m da confluencia, às 10:00 AM, encontramos "aparentemente" o que era esperado, isto é: uma estrada precária ao lado de uma plantação de soja. Percorremos a plantação a pé, e a medida que caminhavamos começamos a perceber que a confluência poderia estar na mata logo adiante da plantação, e foi exatamente o que aconteceu, o ponto mais próximo da confluência sem entrar na mata estava a 170 metros.

Estavamos preparados para isto, com o facão e começamos, às 10:30 AM, a abrir uma trilha em direção a confluência. A mata se mostrava extremamente fechada com muito taquara e alguns bambus, mas acreditavamos que isto serria por um trecho curto, porém, estavamos enganados, a cada passo a floresta de taquara tornava-se mais densa e fechada e o cansaço já era visível. Descobrimos mais tarde com os moradores da região, que houve ali, há alguns anos, uma madereira que extraiu somente a madeira de lei da mata e, no espaço deixado pelas arvores maiores, o bambuzal e a taquara creceram tomando completamente conta da mata - conhecida como "A mata do Beledeli". Após uma hora abrindo a picada mata a dentro haviamos progredido apenas 50 metros que com o cansaço aumentando estimavamos em mais 3 horas o trabalho para alcançar o ponto.

Enquanto o Roberto continuava abrindo a picada Achibaldo e Claudia foram para a cidade mais próxima, Campo Bonito, conseguir alguém para ajudar. Levou apenas 1 hora para que chegasse ao local o "mateiro" Juliano Marinello Daniel disposto a abrir o restante de mata. Juliano tomou frente a maior parte do tempo abrindo o restante da picada até o local da confluência onde abrimos uma clareira para fazermos as fotos. Para abrir a trilha nessa mata muito densa levamos um tempo total de 3:00h, a uma velocidade de 57m por hora!

English

When we first planned on our trip to this confluence, we believed it was going to be easier than it turned out, as we saw on the map that the confluence point was just about 2-3 km off the road.

At 10 a.m. and at 1,100 meters from the conlfuence point, we reached a very precarious dirt road along a soy beans plantation .As we walked through it we realised that the nearest we could get to the confluence point would be 170 meters outside the woods just ahead of us.

As we were well equipped we decided to cut a trail through the woods. But contrarily to what we thought,at every step we took, the forest got denser and denser and we made no progress better than 50 meters in an hour. We were beginning to get exhausted and in our calculations it would still take us 3 hours to get to the confluence.This was when we decided to ask for help.

Archibaldo and Claudia drove to the nearest city, Campo Bonito, to send for a professional in this area ( a forester ), from whom we later learned that the forest, once kown as " Mata do Beledeli " had once grown trees for a lumbermill and that the bamboo and "taquara" grown all over the emptied spaces changed it into a very dense and almost impenetrable forest.After one hour,with the help of Juliano Marinello Daniel ( the forest man ) we finally reached the confluence spot and took the photos.

Altogether it took us 3 hours to accomplish our mission.


 All pictures
#1: Confluence view
#2: North view
#3: South view
#4: East view
#5: West view
#6: GPS
#7: Claudia, Roberto and Juliano
#8: Archibaldo
ALL: All pictures on one page (broadband access recommended)