W
NW
N
N
NE
W
the Degree Confluence Project
E
SW
S
S
SE
E

Brazil : Minas Gerais

22.3 km (13.8 miles) S of Cabeceiras (Goiás), Minas Gerais, Brazil
Approx. altitude: 855 m (2805 ft)
([?] maps: Google MapQuest Multimap world confnav)
Antipode: 16°N 133°E

Click on any of the images for the full-sized picture.

#2: Fabio and his car. #3: "Ecological knife" at work #4: GPS showing position #5: Cabral #6: Map

  { Main | Search | Countries | Information | Member Page | Random }

  16°S 47°W (visit #1)  

#1: Landscape of the confluence

(visited by Marcos de Oliveira Cabral and Fábio França Silva Araujo)

Portuguese

Text and Pictures: Fábio França & Marcos Cabral
Translation: Estevão Campos de Paiva

01-Apr-2001 -- We are now going to the second confluence. Most of the Trekking Group was doing a navigation test with magnetic needle and maps at "Sertão Zen – GO". The teacher was Fábio França, moreover he is a member of our support, the site Desbrava.com. At that point, there was only us (Fábio, Michelle and I, Cabral). We decided to visit the confluence that is located at 150km from Brasília. By studying the maps, we decided to go through a road, therefore the highway was too long. When we were almost ready to go, Michelle could not go with us.

We thought it would be easy like the previous confluence (16°S 48°W). We decided to go early in the morning and come back for lunch, so there was no food or great water reserves. In the beginning, it seemed like a good choice. The road was in good conditions and we quickly arrived to a city called Cabeceiras. Going through one of the small roads, Fábio’s car stoock in the dirt. It was really difficult to get his car out of that mud. We left the car over there and started walking. Rapidly, we were inside a brushwood, so we had to use our "ecological knife" so that we could keep on walking. After going trough this brushwood, things were really clear. There was an enormous hill to be climbed.

When we were almost arriving at the top, we were done up with fatigue. Fábio realized that it would rain and we had no lanterns.

Some people were thinking about giving up, but I had watched, the night before, a film called "Men of Honor". I was not even thinking about giving up. Keep on going! We climbed down that hill, and saw a big field. We were around 2.5 km from the confluence. It rained strongly and quickly.

We went through a wood, and there was another field. Weather was in good conditions again and the sun was even shining at that time. The confluence was located at this field.

We stuck in a pole indicating the coordinates. In addition, we took some photographs. Then we started to come back.

The confluence was located inside a vegetation called cerrado, that is forest like a savanna, that occupies most of the center of Brazil. During the whole year, there are lots of flowers and exotic fruits. Its fauna has nocturnal customs.

Coming back, we realized that was a small road and it would be a good way. After walking, we concluded that it was a very longer way. We walked a lot, much more than we thought we would.

Portuguese

Narração e Fotos: Fábio França & Marcos Cabral

01-Abr-2001 -- Estamos agora partindo para nossa segunda confluência.

Grande parte do Grupo de Caminhadas estava fazendo um teste de navegação com mapa e bússola no Sertão Zen - GO, curso este ministrado pelo Fábio França do Desbrava.com.

Só restamos nós Fábio, Michelle e eu Cabral. Resolvemos visitar esta confluência que fica a uns 150km de Brasília. Estudando os mapas, resolvemos ir por uma estrada de terra, pois a de asfalto era bem mais longa. A Michelle, de última hora não pode ir.

A exemplo da confluência anterior (16ºS48ºW), achamos que seria facílimo. Combinamos de ir bem cedo e voltarmos para o almoço. Nem levamos comida, ou grandes reservas de água.

De início, pareceu uma boa escolha. A estrada era boa, e rapidamente chegamos à cidade de Cabeceiras e percorremos as pequenas estradas até chegar a uma distância de uns 6km em linha reta da confluência. Em uma destas estradas, o carro do Fábio, novinho em folha, acabou atolando. Tivemos o maior trabalho para tirar o carro daquela lama.

Deixamos o carro por ali e começamos nossa caminhada. Rapidamente o mato alto apareceu. Sacamos o nosso "facão ecológico" e fomos abrindo caminho. Depois o mato alto virou um canavial fechado com suas folhas cortantes. Terminado o canavial, tudo ficou mais claro, tínhamos um morro enorme pra subir, e claro, muita árvore e mato na parte de cima.

Quando estávamos quase chegando ao topo, o cansaço bateu. O Fábio, já estava avaliando o horário, uma chuva que se aproximava, e nós sem lanterna para andar à noite... Pensamos até em desistir, só que eu tinha assistido na noite anterior o filme "Homens de Honra" (Men of Honor, EUA, 2000), e não estava nem pensando em desistir. Vamos em frente! E lá fomos nós morro acima. Eu que estava com meu pé machucado por uma torção, sofria um pouco mais. Descemos o morro e demos com um campo. Estávamos a uns 2.5km da confluência. Aí caiu uma chuva forte porém rápida. Com os GPSs afogando, continuamos andando.

Fomos bater em uma mata, percorrida por um pequeno rio. Atravessamos a mata, e demos em um campo. O tempo já estava bom novamente, e até havia um sol de final de tarde. E era neste campo que estava nossa confluência. Fincamos nossa estaca com a plaqueta indicando as coordenadas, fizemos as fotos, e sem demora, voltamos a andar, fazendo o caminho de volta.

A confluência está em uma vegetação chamada Cerrado, que é uma floresta do tipo Savana que ocupa a parte central do Brasil. É uma floresta que o ano inteiro está florida, e também possui frutos exóticos. Sua fauna é de hábitos noturnos.

Ao voltarmos notamos que havia uma pequena estrada, e como ela estava parcialmente assinalada no mapa, chegamos a conclusão de que ela seria um bom caminho para voltar. Fomos por ela, mas esta estrada deu uma volta enorme. Andamos muito, mas muito mais do que imaginávamos. Depois que chegamos ao carro, fomos para a cidade de Cabeceira Grande e tomamos bastante cerveja acompanhadas de uma lingüiça calabresa maravilhosa. Voltamos para Brasília, e lá pelas 21hs já estávamos chegando em casa, muito cansados mas felizes com nossa conquista, e já pensando nas próximas confluências.


 All pictures
#1: Landscape of the confluence
#2: Fabio and his car.
#3: "Ecological knife" at work
#4: GPS showing position
#5: Cabral
#6: Map
ALL: All pictures on one page (broadband access recommended)