W
NW
N
N
NE
W
the Degree Confluence Project
E
SW
S
S
SE
E

Brazil : Goiás

19.3 km (12.0 miles) NW of Odilon Guimarães (Minas Gerais), Goiás, Brazil
Approx. altitude: 525 m (1722 ft)
([?] maps: Google MapQuest Multimap world confnav)
Antipode: 15°N 133°E

Accuracy: 5 m (16 ft)
Click on any of the images for the full-sized picture.

#2: Visão oeste - west view #3: Visão norte - north view #4: Visão leste - east view #5: Visão sul - south view #6: GPS #7: A estrada de terra passa a menos de 300 metros da confluência - dirt road passes less then 300 meters to the confluence #8: Sede da fazenda onde se localiza a confluência - farm house where the confluence lies #9: Deixei o carro a 5.400 metros da confluência - I left the car 5,400 meters to the confluence #10: Acidente na BR-020 - accident at BR-020 highway

  { Main | Search | Countries | Information | Member Page | Random }

  15°S 47°W (visit #2)  

#1: Visão geral - general view

(visited by José Eduardo Guimarães Medeiros)

English

19-mar-2014 -- Esta narrativa é uma continuação da visita 16S 47W.

Após a primeira visita do dia e da parada para o lanche na cidade de Cabeceiras, em Goiás, segui viagem em direção à BR-020, a rodovia que, teoricamente, liga Brasília a Fortaleza. Já passei pela BR-020 várias vezes em visitas a confluências próximas a Fortaleza, e esta é a primeira vez que eu pego esta rodovia nas proximidades de Brasília. No entanto, quando a rodovia se afasta dos dois extremos, ela é de terra e não serve, na prática, para ligar as duas cidades, e a ligação é feita por outras rodovias.

Peguei a BR-020 e segui na direção nordeste, afastando-me de Brasília. Passei pela cidade de Vila Boa e segui mais alguns poucos quilômetros até o início do trecho em estrada de terra.

Conforme eu citei na narrativa anterior, a visita à confluência da parte da manhã foi muito desgastante, uma vez que tive de caminhar por seis quilômetros, e três deles foi por um terreno muito ruim e com uma topografia ondulada, cheia de morros e fundos de vales. Para esta nova confluência, minha expectativa era que seria muito mais leve, uma vez que, segundo as fotos de satélite, havia uma estrada de terra que me levaria até menos de 300 metros do ponto exato.

Ao chegar ao início do trecho em estrada de terra, porém, para minha surpresa, havia uma porteira trancada a cadeado. Nesse momento, eu estava a 5.400 metros do ponto exato, e a única alternativa seria deixar o carro ali e seguir o restante a pé. A expectativa de uma visita rápida e fácil havia se transformado em uma caminhada de mais de 10 quilômetros.

Pulei a porteira e segui em frente. Após caminhar os primeiros 3 quilômetros, cheguei à sede da fazenda, onde havia uma nova porteira, desta vez destrancada. Logo adiante, encontrei uma pessoa. Expliquei a ele que estava fazendo uma caminhada e tirando algumas fotos. Pedi permissão para passar pela porteira e continuar a caminhada. Permissão concedida, eu segui adiante e caminhei os 2.400 metros finais.

Conforme eu havia previsto, a confluência fica em uma área de mato a menos de 300 metros da estrada de terra. Fui até o ponto exato e zerei o GPS.

Fiz toda a caminhada de volta e cheguei até o ponto em que eu havia deixado o carro muito cansado e com muita sede. Bebi meio litro de água que eu havia deixado dentro do carro, passei algum tempo descansando e depois comprei mais meio litro de água em um posto de gasolina, no caminho de volta. Já passava das 5 horas da tarde.

De volta à BR-020, voltando para Brasília, me deparo com um engarrafamento provocado por um acidente com uma carreta. A carreta havia saído da estrada (não sei como, porque ela estava em uma reta) e fecharam a rodovia para tentar retirá-la dali. Depois de algum tempo tentando sem sucesso, desistiram e liberaram a rodovia. Quando segui viagem, já estava anoitecendo e eu estava a cerca de 100 quilômetros de Brasília.

Segui viagem à noite, e, para piorar, caiu uma chuva bem forte em alguns momentos. Cheguei à cidade, parei para jantar em um shopping, devolvi o carro e fui para o aeroporto. Já eram mais de 10 horas da noite e meu voo estava previsto para as 11 horas.

Peguei o avião no horário previsto e, depois de uma escala em Teresina, cheguei em Fortaleza às 3 horas da manhã. Cheguei em casa, tomei banho e fui dormir quando já eram quase 4 horas. Estava muito cansado, com muito sono, com dores nas pernas e nas costas, devido às caminhadas, e com o corpo queimado de sol. Apesar disso, na manhã seguinte, cedo, eu já estava trabalhando.

Este foi o dia mais desgastante dentre os que já dediquei a visitas a confluências. Mas, de qualquer forma, visitas desgastantes não são um problema, contanto que elas sejam bem sucedidas.

English

19-Mar-2014 -- This narrative continues from 16S 47W.

After the first visit of the day, and after the stop to take a snack at Cabeceiras city, Goiás state, I headed to BR-020 highway, the highway that, in theory, joins Brasília and Fortaleza cities. I had already passed by BR-020 several times in confluence visits near Fortaleza, and this is the first time that I caught it in Brasília neighborhoods. However, when the highway is distant from the two extremities, it isn’t paved, and is useless, in practical, to join the two cities. The join is made by other highways.

I caught BR-020 and headed in northeast direction, departing from Brasília. I passed by Vila Boa city and headed some kilometers up to the start of dirt road leg.

As I cited in the previous narrative, the confluence visit of the morning was very tiring, because I had to hike by six kilometers, three of them in a bad terrain and undulating topography, with a lot of mounts and bottom valleys. To this new confluence, my expectation was that it would be more easy, because, according to satellite photos, there would be a dirt road that is heading up to less than 300 meters to the exact point.

When arriving at the beginning of the dirt road leg, however, to my surprise, there was a locked gate. At that moment, I was 5,400 meters to the exact point, and the unique option would be to leave the car there and follow on foot. The expectancy of a quick and easy visit changed to a more then 10-kilometers hike.

I jumped the gate and followed ahead. After hiking the first 3 kilometers, I arrived at the farm house, where there was other gate, unlocked in this time. Shortly after, I found a person. I explained him that I was making a hike and taking some photos. I asked permission to cross the gate and to go ahead. Permission granted, I followed ahead and hiked the remaining 2,400 meters.

As I had previewed, the confluence lay in a bush area less than 300 meters of the dirt road. I went up to the point and got all GPS zeroes.

I made the whole back hike and arrived at the point where I had left the car. I was very tired and very thirsty. I drank half a liter of water that I had left inside the car, spent some time resting and after I bought more half liter bottles of water in a gas station, was on the back way. It was more than 17:00.

Back to the BR-020 highway, going back to Brasília, I faced a traffic jam caused by an accident with a truck. The truck had left the highway (I don’t know how it did this, because it wasn’t in a curve) and they closed the highway to try to remove it. After some time trying, without success, they gave up and liberated the highway. When I followed ahead, the night was fallen and I was about 100 kilometers to Brasília.

I followed ahead at night and, to worsen, a thunderstorm fell in some moments. When I arrived at the city, I stopped in a mall to have dinner, delivered the car and went to the airport. It was more than 22:00 and my flight would be at 23:00.

I caught the plane in the previewed time and, after a stop at Teresina city, I arrived at Fortaleza city at 3:00. I arrived at home, took a shower and slept at almost 4:00. I was very tired, with a lot of sleepy, with pain in the legs and the back, due to the hikes, and sunburned. Although of this, in the following morning, I was already working.

This was the most tiring day of all ones dedicated to confluence visits. But, in any case, tiring visits aren’t a problem, if they are successful.


 All pictures
#1: Visão geral - general view
#2: Visão oeste - west view
#3: Visão norte - north view
#4: Visão leste - east view
#5: Visão sul - south view
#6: GPS
#7: A estrada de terra passa a menos de 300 metros da confluência - dirt road passes less then 300 meters to the confluence
#8: Sede da fazenda onde se localiza a confluência - farm house where the confluence lies
#9: Deixei o carro a 5.400 metros da confluência - I left the car 5,400 meters to the confluence
#10: Acidente na BR-020 - accident at BR-020 highway
ALL: All pictures on one page (broadband access recommended)