W
NW
N
N
NE
W
the Degree Confluence Project
E
SW
S
S
SE
E

Brazil : Bahia

5.2 km (3.2 miles) NW of Milagre, Bahia, Brazil
Approx. altitude: 835 m (2739 ft)
([?] maps: Google MapQuest Multimap world confnav)
Antipode: 12°N 138°E

Accuracy: 5 m (16 ft)
Click on any of the images for the full-sized picture.

#2: Visadas Leste-Sul-Oeste. East, South and West view #3: Visada Norte. Nrth view #4: Foto geral da área. General view #5: GPS #6: Acessos e moradores da região. Access #7: Caminhada até a confluência,  hiking to CP #8: Estradas. Roads #9: Centro geográfico do estado da Bahia. Geographic center of Bahia state #10: Panorâmica do Povoado. Panoramic view of Provoado

  { Main | Search | Countries | Information | Member Page | Random }

  12°S 42°W  

#1: Panorâmica a partir da Confluência. Panoramic view

(visited by Jair Sampaio Soares Jr and João Alfredo de Mello Severino)

English

08-set-2013 -- A confluência 12°S42°W foi conquistada no domingo, dia 08 de setembro de 2013 às 12horas e 30 minutos. Curiosamente, também no mês de setembro do ano anterior, conquistamos a confluência 11°S42°W.

Iniciamos nossa viagem a partir da cidade de Salvador no sábado, por volta das 14 horas, com destino à cidade de Lençóis. Nosso trajeto inicial previa trafegar pelas rodovias federais BR324 e BR242. Seguimos pela rodovia BR324 e logo que chegamos à cidade de Feira de Santana, visando evitar o tráfego intenso de caminhões existente no trecho inicial da BR242, fizemos uma pequena alteração no roteiro inicial e desviamos para rodovia estadual BA052, em direção à cidade de Ipirá, para depois retornar para BR242.

A rodovia BA052 tem pouco tráfego, o que contribuiu para reduzir o tempo da viagem. Assim que retornamos para BR242, chegamos a cidade de Itaberaba, onde paramos para abastecer as motos e tomar um café. Motos e pilotos abastecidos, fomos direto para a cidade de Lençóis, onde chegamos ao entardecer.

Lençóis fica localizada no coração do Parque Nacional da Chapada Diamantina e surgiu em meados do século XIX com a descoberta de muitas jazidas de diamantes no município. Atualmente é o principal destino turístico da região, sendo considerado o coração da Chapada Diamantina. A cidade conta com uma ótima infraestrutura para absorver a demanda do turismo dos amantes da natureza e é classificada como um dos 10 melhores destinos turísticos do Brasil.

A Chapada Diamantina concentra as mais belas atrações ecoturísticas do estado da Bahia. Lá pode ser encontrada a Cachoeira da Fumaça, maior cachoeira do Brasil com 420 metros de altura, além de várias cavernas com espeleotemas diversos e raríssimos como “flor de aragonita” e “agulha de gipsita”, além de várias opções de trilhas para trekking, hiking e outros locais para nadar e mergulhar como, por exemplo, o “Poço Azul” e a “Pratinha”. Em resumo, o lugar é encantador e vale a visita.

A cidade de Lençóis possui muitas opções de entretenimento diurno e noturno e, antes de dormir, resolvemos visitar um restaurante e desfrutar das delícias da variada culinária baiana, para depois conhecer um pouco mais da cultura local, assistindo gratuitamente uma peça teatral que estava sendo apresentada numa praça pública. Depois da diversão, fomos para pousada dormir para recuperar as energias, pois o dia seguinte seria intenso

O domingo amanheceu chuvoso. Tomamos um saboroso café da manhã regional, com muitas frutas e guloseimas locais, traçamos a rota inicial para os mais de 700 km que iríamos percorrer com nossas motos naquele dia.

Finalmente partimos para investida final da conquista da confluência 12°S42°W.

O trecho da BR242 que liga os municípios de Lençóis e Seabra é sinuoso e possui paisagens belíssimas. Mesmo com o tempo nublado, podemos visualizar os Morros do Pai Inácio, do Camelo e Tabor (também conhecido como Morrão). No percurso para confluência, visitamos o monumento que representa o centro geográfico da Bahia (S12°25'6.1" W041°46'6.0"), localizado numa praça do município de Seabra. Aproveitamos a parada para conversar com alguns moradores locais e obter informações de acesso à confluência 12°S42°W.

Após visitar o monumento e com a rota sugerida pelos moradores em mãos, fomos em direção a cidade de Barra do Mendes. As estradas da região não possuem pavimentação e formam um verdadeiro labirinto. É preciso cautela ao enveredar por aqueles caminhos e, de preferência levar dois aparelhos de GPS para, no caso de pane em um dos aparelhos, poder contar uma alternativa de orientação para voltar pra casa.

O local é perfeito para quem gosta de praticar enduro, as estradas são de barro, é preciso cruzar rios, pontes estreitas, trafegar por areia, lama, pedras etc. O trajeto que percorremos passa por localidades sem muita infraestrutura, o que reforça a necessidade de levar na bagagem água e alimento para investida.

Depois de percorrer 68 Km em estradas carroçáveis, o GPS acusava apenas 500 metros do nosso objetivo. A tão almejada confluência 12°S42°W fica dentro de uma fazenda, no alto de um morro e em meio a caatinga (bioma exclusivamente brasileiro e não pode ser encontrado em nenhum outro lugar do planeta). Estacionamos nossas motos, cruzamos a estrada, pulamos duas cercas e iniciamos a subida do morro em meio a vegetação das famílias da Cactáceas, Euphorbiaceae, Loasaceae, Urticaceae. Espinhos e plantas urticantes para todo lado! Como não tínhamos facão ou qualquer outro tipo de ferramenta cortante, o percurso até a confluência foi árduo.

Após desviar dos obstáculos produzidos pela natureza, suar bastante e ganhar alguns cortes e arranhões, conseguimos conquistar nosso objetivo. A confluência 12°S 42°W é nossa!

Registramos a conquista com fotos, verificamos o checklist do Degree Confluence Project, retornamos para nossas motos, bebemos alguns goles de água quente que estava, sob o sol escaldante, no top case de nossas motos. Depois da conquista, seguimos por mais 25 km por estradas de barro para cidade de Barra do Mendes, pegamos a estrada asfaltada e fomos abastecer nossas motos na cidade de Irecê. Motos abastecidas, seguimos para cidade de Morro do Chapéu para almoçar. Abastecemos novamente, lubrificamos as correntes e iniciamos a volta pra casa.

Ao chegar em casa, constatei que percorremos aproximadamente 1.200 km em 31 horas. Após um bom banho pra tirar a poeira da viagem, registrei a nossa mais nova conquista no site do Degree Confluence Project e aproveitei para iniciar o planejamento da próxima conquista. Em breve teremos novidade!

Por fim, podemos dizer que o acesso a confluência 12°S42°W pode ser considerado fácil se o visitante utilizar os equipamentos e veículos apropriados. Recomendamos optar por veículos com suspensão elevada, preferencialmente 4WD (four wheel drive), levar dois aparelhos de GPS, facão, roupas adequadas para adentrar a Caatinga, proteção contra o sol escaldante, repelente, água e lanche.

English

08-Sep-2013 -- A confluence 12°S 42°W was conquered in Sunday, 08 September 2013 at 12:30. Curiously, also in the September of the previous year, we conquered the confluence 11°S 42°W.

Begin our travel from Salvador city in Saturday, about 14 hours, bound for the city of Lençóis. Our initial course was predicting to move by the federal highways BR324 and BR242. We follow the highway BR324 and as soon as we reached the city of Feira de Santana, aiming to avoid the intense existent traffic in the initial passage of the BR242, we did a small alteration in the initial itinerary and diverted for state highway BA052, towards the city of Ipirá, then to return for BR242.

A highway BA052 has little traffic, which contributed to reduce the time of the travel. So what we brought back for BR242, we reach city of Itaberaba, where we stop to fuel the motorbikes and to have a coffee. Motorbikes and supplied pilots, we was straight for the city of Lençóis, where we arrive to the sunset.

Lençóis it is located in heart of the National Park of Chapada Diamantina and it appeared in the middle of the century XIX with the discovery of many deposits from diamonds in the local authority. At present it is the principal tourist destiny of the region, being thought as the heart of Chapada Diamantina. The city disposes of the best infrastructure to absorb the demand of the tourism of the lovers of the nature and is classified like one of 10 better tourist destinies of Brazil.

Diamantina Chapada concentrates the most beautiful ecotourism attractions of the state of the Bahia. There be able to be found the Waterfall of Fumaça, bigger waterfall of Brazil with 420 meters of height, besides several caves with speleothems diverse and rare as "flor de aragonita" and "agulha de gipsita", plus various trail options for trekking, hiking and other places to swim and dive, for example, the "Poço Azul" and "Pratinha". In short, the place is lovely and worth a visit.

A city of Lençóis has many options of daytime and nocturnal entertainment and, before sleeping, we resolve to visit a restaurant and to enjoy the delights of the varied cookery from Bahia region, then to know a little more than the local culture, assisting gratuitously a theatrical piece that was being presented in a public square. After the amusement, we for lodging slept to recover the energies, since the next day would be an intense

Sunday dawned rainy. We take a tasty regional breakfast, with lots of fruits and local delicacies; we draw the initial route for more than 700 km that we would go with our bikes that day.

Finally we left for the final clash of the conquest of the confluence 12°S 42°W.

Leg of BR242 that connects Lençóis and Seabra is winding and has beautiful scenery. Even with the cloudy weather, we can see the hills of Pai Inácio, Camelo and Tabor (also known as Morrão). On the way to the confluence, visited the monument which is the geographical center of Bahia (12° 25' 6.1"S 41° 46' 6.0"W), located in a square in the city of Seabra. We took advantage of the stop to talk to some locals and information access to confluence 12°S 42°W.

After visiting the monument and the route suggested by residents, we headed toward the city of Barra do Mendes. Roads in the area have no paving and form a real labyrinth. We must be cautious to go down those paths and preferably take two GPS devices to, in case of failure in one of the machines to count an alternative orientation to go home.

The location is perfect for those who like to practice enduro, the roads are clay, you need to cross rivers, narrow bridges, roaming through sand, mud, rocks etc.. The path we walk passes through towns without much infrastructure, which reinforces the need to take with water and food for assault.

After traveling 68 km on dirty roads, GPS accused just 500 meters from our goal. The much desired confluence 12°S 42°W is within a farm, high on a hill and through the savanna (exclusively Brazilian biome and cannot be found anywhere else on the planet). We parked our bikes, cross the road, jumped two fences and begin to climb the hill amid the greenery of the families Cactaceae, Euphorbiaceae, Loasaceae, Urticaceae. Thorns and stinging plants all over the place! As we had no knife or any other cutting tool, the route to the confluence was hard.

After avoid the obstacles produced by nature, very sweat and make some cuts and scrapes, we conquer our goal. The confluence 12°S 42°W is ours!

Recorded the conquest with photos, checked the checklist Degree Confluence Project, we returned to our bikes, drank a few sips of hot water that was under the scorching sun, the top case of our bikes. After the conquest, followed by over 25 km by dirt roads to the city of Barra do Mendes, took the paved road and we were supplying our bikes in the city of Irecê. Motorcycle stocked, we went to the city of Morro do Chapéu for lunch. Cater again, lubricate the chains and began to back home.

Upon arriving home, I found that traveled approximately 1200 km in 31 hours. After a good bath to remove the dust of travel, booked our newest achievement in the Degree Confluence Project site and decided to start planning the next conquest. Soon we will have news!.

Finally, we can say that access to CP 12°S 42°W can be considered easy if the visitor to use the appropriate equipment and vehicles. We recommend opting for vehicles with raised suspension, preferably 4WD, take two GPS devices, machete, clothes suitable to enter the Caatinga, protection from the scorching sun, insect repellent, water and snack.


 All pictures
#1: Panorâmica a partir da Confluência. Panoramic view
#2: Visadas Leste-Sul-Oeste. East, South and West view
#3: Visada Norte. Nrth view
#4: Foto geral da área. General view
#5: GPS
#6: Acessos e moradores da região. Access
#7: Caminhada até a confluência, hiking to CP
#8: Estradas. Roads
#9: Centro geográfico do estado da Bahia. Geographic center of Bahia state
#10: Panorâmica do Povoado. Panoramic view of Provoado
ALL: All pictures on one page (broadband access recommended)