W
NW
N
N
NE
W
the Degree Confluence Project
E
SW
S
S
SE
E

Brazil : Alagoas

3.7 km (2.3 miles) E of São José da Laje, Alagoas, Brazil
Approx. altitude: 440 m (1443 ft)
([?] maps: Google MapQuest Multimap world confnav)
Antipode: 9°N 144°E

Accuracy: 8 m (26 ft)
Click on any of the images for the full-sized picture.

#2: Visão oeste - west view #3: Visão norte - north view #4: Visão leste - east view #5: Visão sul - south view #6: GPS #7: Atravessando um riacho com água suja - crossing a stream with waste water #8: Carro parado a 1 km da confluência - car stopped 1 km to the confluence #9: Confluência 1 km adiante, no topo da colina - confluence 1 km ahead, at the top of the hill #10: Chuva que nos preocupou durante a visita - rain that worried us during the visit

  { Main | Search | Countries | Information | Member Page | Random }

  9°S 36°W (visit #2)  

#1: Visão geral - general view

(visited by José Eduardo Guimarães Medeiros and João Vítor Rodrigues Alves Medeiros)

English

17-Jan-2012 -- Esta é uma continuação da narrativa da visita 7S 35W.

No dia 16 de janeiro, não visitamos nenhuma confluência. Passamos o dia na famosa praia de Porto de Galinhas, no estado de Pernambuco.

No dia seguinte, 17 de janeiro, pegamos estrada em direção a Alagoas, o quarto estado visitado nestas férias. O destino final seria a capital Maceió, 250 quilômetros ao sul do Recife, onde ficaríamos dois dias. No caminho, no entanto, aproveitamos para visitar a confluência 9S 36W.

Saímos do Recife de manhã, e seguimos pela BR-101 até pouco depois da divisa interestadual. Pegamos então a AL-101 e seguimos até a cidade de Ibateguara, a última antes da confluência, onde paramos para tomar um lanche. Neste último trecho, segundo o mapa que tínhamos em mãos, haveria 28 quilômetros em estrada de terra. No entanto, a estrada já foi quase toda asfaltada e sobraram apenas três quilômetros a serem asfaltados, justamente na subida de uma serra.

Após o lanche, pegamos a BR-104 e, alguns quilômetros depois, uma estrada de terra à esquerda.

Embora o trecho em estrada de terra não fosse grande (menos de 5 quilômetros), a estrada estava em péssimas condições, e em alguns trechos haviam enormes buracos, o que tornou a passagem do carro bastante difícil. Além disso, parte do último trecho, previsto pelas fotos do Google Earth, simplesmente não existia. Paramos o carro a 1 quilômetro do ponto exato e seguimos o restante a pé.

Desta vez, a caminhada relativamente curta e o caminho limpo permitiram que eu levasse o meu filho. Ele teve alguma dificuldade, pelo fato de toda a caminhada de ida ser morro acima. Tivemos ainda que atravessar um córrego de água suja, com cerca de 1 metro de largura.

Durante a caminhada de ida, percebemos que uma forte chuva caía a alguns quilômetros do ponto onde estávamos. Comecei a ficar preocupado, pois se a chuva chegasse até nós antes de voltarmos ao asfalto, o caminho, que já estava muito ruim, ficaria intransitável. Mas, mesmo assim, seguimos em frente.

Após a cansativa caminhada, chegamos ao ponto exato, exatamente no alto de uma colina, no qual pudemos contemplar uma paisagem muito bonita. Como o campo estava limpo, zeramos o GPS sem dificuldade e voltamos para o local onde havíamos parado o carro. Felizmente não pegamos a chuva em nenhum momento.

Após a visita, seguimos caminho até Maceió onde passamos a noite.

Esta narrativa continua na visita à confluência 10S 36W.

English

17-Jan-2012 -- This narrative continues from 7S 35W.

At January 16th, we didn’t visit any confluence. We spent the day at the famous Porto de Galinhas beach, Pernambuco state.

At the following day, January 17th, we headed to Alagoas state, the forth visited state in this vacation. The final destination was Maceió, the capital, 250 kilometers southern of Recife, which we would spend two days. In the way, however, we visited the 9S 36W confluence.

We left Recife in the morning, and followed BR-101 highway up to cross the interstate border. Then, we caught AL-101 highway and followed up to Ibateguara city, the last one before the confluence, where we stopped to take a snack. In this last leg, according to our map, there would be 28 kilometers in dirt road. However, the road was almost totally paved, and it remains only three kilometers unpaved, in a mountain rising.

After the snack, we caught BR-104 highway and, some kilometers after, a dirt road to the left.

Although the leg in dirt road is short (less than 5 kilometers), the road was in very bad conditions, there were huge holes, and passing it was very hard. Moreover, the last leg, previewed in Google Earth photos, doesn’t exist. We stopped the car 1 kilometer to the exact point and followed the remaining distance on foot.

In this time, the short hike and the clean path allows me to go with my son. He had some hardness, due to the path is mountain climbing. Furthermore, we needed to cross a 1 meter wide stream with waste water.

When going to the confluence, we realized that a thunderstorm was falling some kilometers far of us. I worried about it, due to, if the rain comes to us, the dirt road, already very bad, would turn impassable. But, in any case, we went ahead.

After a tiring hike, we arrived at the exact point, exactly at the peak of a hill. The landscape around us is very beautiful. As the field was clean, we got all GPS zeroes easily and came back to the car location. Fortunately, it didn’t rains in any moment.

After visiting the point, we headed to Maceió, where we spent the night.

This narrative continues on 10S 36W.


 All pictures
#1: Visão geral - general view
#2: Visão oeste - west view
#3: Visão norte - north view
#4: Visão leste - east view
#5: Visão sul - south view
#6: GPS
#7: Atravessando um riacho com água suja - crossing a stream with waste water
#8: Carro parado a 1 km da confluência - car stopped 1 km to the confluence
#9: Confluência 1 km adiante, no topo da colina - confluence 1 km ahead, at the top of the hill
#10: Chuva que nos preocupou durante a visita - rain that worried us during the visit
ALL: All pictures on one page (broadband access recommended)