W
NW
N
N
NE
W
the Degree Confluence Project
E
SW
S
S
SE
E

Brazil : Tocantins

65.6 km (40.7 miles) SW of Lizarda, Tocantins, Brazil
Approx. altitude: 266 m (872 ft)
([?] maps: Google MapQuest Multimap world confnav)
Antipode: 10°N 133°E

Accuracy: 27 m (88 ft)
Click on any of the images for the full-sized picture.

#2: View to north #3: View to East #4: View to south #5: View to west #6: The GPS #7: Pedro, Raimundo and Eduardo at CP #8: Raimundo, Pedro, Setsuko and Eduardo #9: Ready to go #10: Sand trail

  { Main | Search | Countries | Information | Member Page | Random }

  10°S 47°W  

#1: General view of confluence area

(visited by Eduardo Hanazaki, Setsuko Hanazaki, Pedro Ferreira de Souza and Raimundo Tavares da Silva)

English

03-Apr-2006 -- Durante o nosso passeio à região do Jalapão no estado do Tocantins, na viagem entre São Félix do Jalapão e Novo Acordo, resolvemos visitar a confluência 10S-47W, distante 16km da estrada e a cerca de 6 km da antiga estrada entre São Felix e Novo Acordo.

Saímos da estrada principal, cascalhada e entramos na antiga estrada, pouco usada atualmente, totalmente de areia, com vários desvios para evitar atolamentos. Pelo mapa, constatamos que a confluência ficava próximo ao rio Caracol. Ao chegar a uma escola rural onde a estrada se dividia, perguntamos para a professora qual caminho tomar em direção ao rio. Ela nos informou para seguir o rastro de uma moto que, no dia anterior, tinha vindo de Lizarda, atravessando a ponte sobre o rio Caracol. O rastro da moto estava meio apagado por causa da chuva. Numa bifurcação, optamos pelo caminho da esquerda. Todo o trajeto da estrada é de areia fofa, e foi percorrido sempre com a tração 4x4 ligada. Este trecho é impossível trafegar com veículos sem tração 4x4. Quando o GPS marcava 3,28km da confluência, chegamos à Fazenda Cordilheira, de Pedro Ferreira de Souza e mais quatro irmãos. A estrada terminava ali. Era 13h50.

Após as explicações sobre o Projeto Confluências, o Pedro informou que só seria possível ir e voltar nesse dia, montado em mulas. Ele prontificou-se a emprestar as mulas e ir junto. O Raimundo foi ajudá-lo a buscar a tropa – duas mulas e um burro – no pasto. Às 14h30, a expedição estava preparada rumo à confluência. O trajeto até a confluência levou uma hora, passando por matas densas de arbustos e ladeiras íngremes. O local possui mata de cerrado, às margens do rio Caracol. O ponto exato ficava a 27m, do outro lado do rio, cheio, com correnteza, impossível de atravessar nesta época do ano sem barco, por causa das chuvas, e seria impossível chegar ao ponto contornando pela ponte existente a uns 10 km rio acima, porque do outro lado só existe mata densa sem estradas.

Fotografamos e retomamos o caminho de volta até a casa de Pedro, onde a Setsuko ficou esperando por falta de montaria. Ali chegando às 17h15, a Ludiana, esposa de Pedro tinha preparado uma deliciosa merenda de carne seca frita com farinha de mandioca e coado um café esmagado no pilão sob o pé de caju. Merendamos, agradecemos a cooperação e retomamos o caminho para Novo Acordo.

English

30-Mar-2006 -- During our trip to Jalapão in the segment between São Félix do Jalapão and Novo Acordo we decided to visit 10S 47W, at 16 km from the highway we where on and 6 km from the old road between these two towns.

We left the main road and entered the one that is nowadays rarely used. From our map we knew the confluence was near Caracol River. As we passed a school, we asked the teacher which way we should take to go to the river. She told us to follow the tracks left by a motorcycle that used the route the precious day. The tracks where almost gone de to the rain and at an intersection we opted to take a left. We where in a loose sand road that required constant 4x4 use. When the GPS marked 3.28 km we reached the Cordilheira ranch, owned by Mr. Pedro Ferreira Souza and his four brothers. This was the end of the road; the time was 13h50.

After explaining the project Pedro told us that the only way to get there and back before dark was to go in mules, and he promptly arranged for two mules and a donkey. At 14h30 we started our journey, it took us one hour to get there and we ended at 27 m from the confluence, which was at the other side of the river that was impossible to pass.

We took the photos and returned to Pedro’s house where Setsuko was waiting since she had no ride. As we arrived, at 17h15 Ludiana, Pedro’s wife, had fixed dinner for us.


 All pictures
#1: General view of confluence area
#2: View to north
#3: View to East
#4: View to south
#5: View to west
#6: The GPS
#7: Pedro, Raimundo and Eduardo at CP
#8: Raimundo, Pedro, Setsuko and Eduardo
#9: Ready to go
#10: Sand trail
ALL: All pictures on one page (broadband access recommended)