W
NW
N
N
NE
W
the Degree Confluence Project
E
SW
S
S
SE
E

Brazil : Maranhão

34.0 km (21.1 miles) WSW of Formosa, Maranhão, Brazil
Approx. altitude: 246 m (807 ft)
([?] maps: Google MapQuest Multimap world confnav)
Antipode: 5°N 133°E

Accuracy: 5 m (16 ft)
Click on any of the images for the full-sized picture.

#2: Visão sul e a estrada de terra ao fundo - south view and dirt road at the background #3: Visão oeste - west view #4: Visão norte - north view #5: Visão leste - east view #6: GPS #7: Aramos o carro a 49 metros da confluência - we stopped the car 49 meters to the confluence #8: Estrada que dá acesso à confluência - road that goes to the confluence #9: Bela paisagem na região da confluência - beautiful landscape at confluence region #10: Plantação de eucalipto - eucalyptus plantation

  { Main | Search | Countries | Information | Member Page | Random }

  5°S 47°W  

#1: Visão geral, a partir da estrada de terra - general view, from dirt road

(visited by José Eduardo Guimarães Medeiros, João Vítor Rodrigues Alves Medeiros and Simone Rodrigues Alves Medeiros)

English

15-Ago-2015 -- Pouco menos de cinco meses após minha viagem de carro, com a família, destinada a visitar duas novas confluências no estado do Tocantins, na qual ambas as tentativas foram frustradas, fiz uma viagem semelhante, desta vez destinada a visitar duas novas confluências no estado do Maranhão, esperando, desta vez, obter um resultado melhor.

Saímos de Marabá na manhã de sábado, 15 de agosto, e seguimos até a cidade de Açailândia, no Maranhão, distante 240 quilômetros. A viagem, que se inicia na BR-222, inclui um “atalho para o Maranhão”, um trecho em estrada de terra de 11,5 quilômetros, que atravessa a divisa interestadual e sai na cidade de São Pedro da Água Branca, seguindo-se, a partir daí, a rodovia MA-125, asfaltada.

Nossa visita ao Maranhão nos fez lembrar os mais de dois anos que moramos na região Nordeste, uma vez que o formato das construções à beira da estrada nos lembra muito as que víamos em nossas viagens pelo interior do Ceará e de outros estados nordestinos, e que são bem diferentes do que vemos na região Norte, onde estamos morando atualmente. Já a paisagem maranhense é bastante característica do estado, com predominância de palmeiras de babaçu e carnaúba, e que se difere tanto da paisagem do Pará quanto da paisagem do restante do Nordeste.

Paramos para almoçar em Açailândia e seguimos viagem por mais alguns quilômetros até o povoado de Piquiá, onde se inicia o longo trecho em estrada de terra, de 50 quilômetros. A estrada de terra estava em boas condições, embora alguns trechos com areia tenham dificultado um pouco a passagem e tenha nos trazido o medo de ficarmos atolados, como havia ocorrido na visita à confluência 7S 48W, em março. A paisagem da região é especialmente bonita, com grandes trechos de plantação de eucalipto e com grandes pastagens de gado.

Sem sair da estrada principal, chegamos a 49 metros do ponto exato. Descemos do carro eu e meu filho, atravessamos uma cerca e caminhamos até zerar o GPS. Após um ano e dois meses, eu volto a registrar uma confluência no Nordeste, e, após quase dois anos, eu volto a registrar uma confluência no Maranhão.

Fizemos todo o caminho de volta e chegamos a Açailândia por volta das 17h30min. Como o céu ainda estava claro, propus que seguíssemos viagem até a cidade de Imperatriz, distante pouco mais de 60 quilômetros, e que nos deixaria mais próximos da confluência do dia seguinte. Porém, minha esposa e meu filho, mais cansados e menos dispostos que eu, não aceitaram a sugestão e preferiram que passássemos a noite em Açailândia.

Essa narrativa continua na visita à confluência 6S 47W.

English

15-Aug-2015 -- Less than five months after my trip by car, with the family, aiming to visit two new confluences in Tocantins state, in which both attempts failed, I made a similar trip, this time aiming to visit two new confluences in Maranhão state, hoping, in this time, get a better result.

We left Marabá Saturday morning, August 15, and headed up to Açailândia city, Maranhão state, 240 kilometers distant. The trip, which starts by BR-222 highway, includes a “shortcut to Maranhão”, a dirt road leg, 11.5 kilometers long, which crosses the state line and arrives at São Pedro da Água Branca city, and following, from this point, the MA-125 paved highway.

Our visit to Maranhão makes us remember the more than two years in that we lived in the Northeast region of Brazil, because the shape of the buildings at the edge of the road looks like the ones that we had seen in our trips by the interior of Ceará state and of other Northeastern states, and that are very different that ones that we see in North region, where we are living nowadays. The natural landscape, on the other hand, is very specific in Maranhão, where predominates palm trees like babassu and carnauba, and that are different from both the landscape of Pará state and the landscape of the rest of Northeast.

We stopped at Açailândia to have lunch and headed some more kilometers up to Piquiá village, where starts the long leg in dirt road, 50 kilometers long. The dirt road was in good condition, despite some legs with sand that hardened the passage and brought us the fear of become bogged as happened in the visit to the confluence 7S 48W, in March. The landscape of the region is particularity beautiful, with long legs with eucalyptus plantation and big areas with cattle.

Without leaving the main road, we went up to 49 meters to the exact point. I and my son left the car, crossed a fence and hiked up to get all GPS zeroes. After one year and two months, I register a new confluence in Northeast region of Brazil and, after almost two years, I register a new confluence in Maranhão state.

We made all the way back and arrived at Açailândia about 17:30. As the sky was yet bright, I suggested to head up to Imperatriz city, 60 kilometers distant, and where we would be nearest to the confluence of the following day. However, my wife and my son, more tired and less willing than me, refused the suggestion and then we spent the night at Açailândia.

This narrative continues on 6S 47W confluence.


 All pictures
#1: Visão geral, a partir da estrada de terra - general view, from dirt road
#2: Visão sul e a estrada de terra ao fundo - south view and dirt road at the background
#3: Visão oeste - west view
#4: Visão norte - north view
#5: Visão leste - east view
#6: GPS
#7: Aramos o carro a 49 metros da confluência - we stopped the car 49 meters to the confluence
#8: Estrada que dá acesso à confluência - road that goes to the confluence
#9: Bela paisagem na região da confluência - beautiful landscape at confluence region
#10: Plantação de eucalipto - eucalyptus plantation
ALL: All pictures on one page (broadband access recommended)